Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Trivial e Singular

Um blog simples e único sobre as trivialidades e singularidades da (minha) vida

Trivial e Singular

Um blog simples e único sobre as trivialidades e singularidades da (minha) vida

Um novo ano sem as resoluções do costume

 

Penso que pela primeira vez na minha vida passei de um ano para o outro sem realizar balanços, elaborar projetos, definir objetivos ou fazer as tão habituais resoluções. E eu até sou pessoa de ficar motivada pelo inicio de um novo ano, um novo mês e até uma nova segunda-feira. Costumo dizer a mim própria,. “vais cuidar melhor da tua alimentação”, “fazer mais exercício”, “ler mais”,.. e na verdade até me esforço por cumprir. No entanto, desta vez nada disto aconteceu. Não porque não estivesse motivada para um novo ano, mas porque simplesmente não me apercebi desta passagem. 

Confesso que 2014 foi um ano atípico. Foi um ano de muitas emoções,muitas novidades, essencialmente intenso. No entanto, muito pouco produtivo, de muito cansaço, com o tempo muito ocupado, mas sem conseguir realizar nada de especial. Basicamente foi um ano dedicado ao meu bebé, ao trabalho, a mudar de casa e a gerir as múltiplas tarefas domésticas associadas ao papel de mãe, esposa e mulher. Acho que nos últimos meses tenho andado um pouco em “piloto automático”, e talvez por isso, a passagem de ano não tenha motivado em mim grandes expectativas ou entusiasmo. Acho que neste momento não me vejo a ser capaz de introduzir grandes mudanças na minha vida, apesar de ser algo que desejo e preciso. 

Preciso muito de ler, de me enriquecer culturalmente, de aprofundar os meus conhecimentos profissionais, de procurar novas oportunidades profissionais, de namorar mais, de dedicar mais tempo à família, de passear mais, mas para tudo isso preciso muito, mas mesmo muito de dormir, dormir, dormir. Preciso de muito descanso.