Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Trivial e Singular

Um blog simples e único sobre as trivialidades e singularidades da (minha) vida

Trivial e Singular

Um blog simples e único sobre as trivialidades e singularidades da (minha) vida

A triste realidade da exploração dos patrões

Há cerca de uma semana cruzei-me, por acaso, com este post, escrito pela autora no seu próprio blog. Hoje vi que um outro blog deu destaque a este post de forma a dar força à autora e a todos os que vivem na mesma situação, para que denunciem os abusos e se revoltem. Infelizmente, é um tema que me toca. Tenho na familia alguém que trabalha num grande grupo e que sofre com as injustiças criadas pelas políticas da empresa, que tratam os colaboradores como números e não têm políticas de diferenciação, de reconhecimento e muito menos justas. Horas extras frequentes, quase diárias; necessidade de entrar mais cedo ao trabalho para ter tempo de preparar o serviço antes de começar o atendimento ao público propriamente dito; ausência de subsídio de alimentação, substituido por fast-food servida no local de trabalho e ainda ssim com um valor reduzido, perda de bónus em função de reclamações dos clientes no facebook, perda de bónus em função de notas menos elevadas (mas não negativas) em visitas de cliente mistério, necessidade de almoçar no local de trabalho para poder monitorizar os restantes colaboradores, ou seja, continuar a trabalhar, sem direito a usufruir do tempo de pausa,.. e claro um ordenado baixo, cujos aumentos dependem de avaliações de desempenho que não se realizam ou às quais se colocam entraves. Enfim, uma treta. Custa-me mesmo muito pensar em todas as pessoas que estão nesta situação,.. porque precisam, porque não conseguem arranjar melhor, porque não têm outras opções. Entristece-me que esta seja a realidade, em especial, dos jovens.