Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Trivial e Singular

Um blog simples e único sobre as trivialidades e singularidades da (minha) vida

Trivial e Singular

Um blog simples e único sobre as trivialidades e singularidades da (minha) vida

17 meses de vida

No primeiro ano de vida a evolução física dos bebés é óbvia, parecendo crescer, engordar e modificar de semana para semana. A partir do primeiro ano, a mudança física já não é tão acelerada, mas o crescimento mantém-se a um ritmo alucinante. Atualmente, o meu baby está com 17 meses e meio e, claramente, vejo estes 17 meses como um marco na fala. Já há bastante que ele diz muitas palavras e tenta expressar-se, mas agora deu um salto. Repete praticamente tudo o que dizemos, aplica as palavras e parece conhecer o significado da maioria delas. Mas, melhor que tudo isto, é que é capaz de empregar a palavra para comunicar. Por exemplo, de manhã ao acordar lá diz ele "papa" e arrasta-nos para a cozinha. Lá, pede para abrir o frigorifico e diz "uva" ou "gurte" ou "mango" e como isto, muito mais. Claro que a linguagem ainda não é perceptivel a todos, mas é super interessante ver como as crianças desenvolvem o seu próprio sistema de comunicação, lhe dão significado e colocam em prática. A palavra mais recente é "pia", que significa piscina e que até me parece uma expressão muito bem conseguida. 

Nesta fase, já não suporta estar em casa. Quer sempre passar o tempo no quintal a ver os animais e a mexer na terra. Lá cava com a sua pá, arranca a alface à avó, vai buscar o ovo à galinha, vai atrás do gato que por lá anda e assim passa o tempo. E por incrível que pareça tem um dia muito preenchido e bastante cansativo. Continua a não gostar de dormir e deitá-lo é sempre muito difícil, mas as noites já correm melhor (salvo algumas exceções, como aconteceu hoje). Por norma deita-se por volta das 22h e acorda às 6h da manhã. Para nós ainda não é satisfatório já que só nos deitamos lá para as 00h e às 6h ainda temos bastante para dormir, mas não se pode pedir tudo, já foi muito pior. 

Por ele passava o dia nú e sem fralda, mas não é possível. Adora ir às aulas de Natação para crianças e já vai até ao parque onde já se aventura a subir os degraus sozinho e a descer o escorrega sem ajuda. Está efetivamnete a ficar a uma criança. Apesar da pele e carinha de bebé já é sem dúvida mais criança que bebé. Está autónomo, independente, adora explorar e especialmente desafiar. Ainda não nos chateamos muito com ele, mas há previsão de que no futuro gerir o comportamento dele não será fácil.